VillaMix promove live e reforça o sucesso e a diversidade da música gospel

Edição online do evento, que acontece neste sábado (30) a partir de 14h, reúne artistas e pregadores, entre eles André Valadão, Preto no Branco e Deive Leonardo

Neste sábado (30), o VillaMix em Casa Gospel vai reunir cantores, bandas, pregadores e palestrantes em uma live solidária a partir de 14h. O fato de um dos maiores eventos do país, essencialmente identificado com o sertanejo, ter colocado seus olhos sobre a música cristã pode ser uma novidade nestes tempos de pandemia, mas não chega a ser uma surpresa e demonstra a força do entretenimento gospel hoje no Brasil, cujo crescimento desde os anos 2000 se reflete em números.

Segundo dados da Associação de Empresas e Profissionais Evangélicos (Abrepe), em 2018 a música gospel respondeu por 20% do mercado fonográfico brasileiro, chegando a movimentar R$ 2 bilhões com a venda de CDs e DVDs. De acordo com a Abrepe, naquele ano eram cerca de 4.500 cantores e bandas do gênero.

O pastor, cantor, compositor e apresentador belo-horizontino André Valadão, 42, acompanhou de perto esse “boom”. Valadão lançou seu primeiro álbum em 2004, quando ainda morava na capital mineira. Desde então, é um dos principais nomes do gospel brasileiro, tendo sido indicado duas vezes ao Grammy Latino. Segundo o artista, hoje a música gospel não perde em qualidade para nenhum outro estilo no país: “Nesses 16 anos, vejo uma evolução técnica desse segmento. Chegamos a um patamar que não perde em nada para outros gêneros”, diz o cantor, que mora há quase três anos nos Estados Unidos.

A variedade musical dentro do gênero, seja o católico, seja o evangélico, é um dos motivos desse sucesso. O tradicional louvor dividirá espaço com rock, pop, reggae, heavy metal, pagode, samba, rap… A pluralidade presente no estilo também será contemplada pela live de amanhã. “A música gospel tem um alcance muito grande, e o segredo é a diversificação”, diz o produtor artístico e musical Thiago Marinho, 38, que está há 15 anos no mercado fonográfico. Ele já trabalhou com Lô Borges e a dupla sertaneja César Menotti e Fabiano, além de nomes de peso do gospel, como André Valadão e Eli Soares.

https://www.instagram.com/andrevaladao/?utm_source=ig_embed

Segundo Marinho, o conteúdo também explica o triunfo desses artistas: “As músicas acalentam, acolhem. A mensagem é positiva, além de ser uma música feita com muita qualidade, com ótimos músicos atentos aos arranjos, à composição”.

Na estrada desde 2015 e com três álbuns lançados, o Preto no Branco é um exemplo emblemático dessa pluralidade que permeia a música cristã no Brasil. O grupo, que agora conta com Silas Simões, Luã Freitas e Fadi na formação e reúne quase 1 bilhão de visualizações no YouTube, vai do pop ao rap, passando pelo pagodão da Bahia, e aborda temas ligados à comunidade LGBT+.

Em janeiro, a banda lançou o videoclipe de “Meu Lugar É Seu Amor”, que fala sobre os percalços que um garoto enfrenta em uma sociedade que insiste em não o aceitar como ele é. No fim do clipe, esse mesmo garoto se mostra como mulher, com uma Bíblia na mão. “É isso que Jesus faria: aceitaria as pessoas como elas são”, afirma Silas.

https://youtu.be/F-CSRXA32B4

“Abraçamos essa temática por abraçarmos esse amor de Jesus, é algo intrínseco. Não tem como falar do amor de Cristo e excluir pessoas, destaca Luã. Questionada se a banda recebe olhares tortos ou é mal vista no mundo gospel, Fadi pondera: “Em qualquer universo vai haver olhares negativos e positivos. Onde tem ser humano envolvido, vai ter beleza e vai ter caos”.

O gorro na cabeça, as tatuagens e a estética pop que o cantor Isaías Saad, 28, traz consigo também dão sinais de que o estereótipo gospel parece ter ficado nos anos 90. “Por muito tempo acreditaram que para crer em Jesus você precisava mudar sua roupa. Esse meu estilo comunica muito com os jovens, e esse sou eu”, ressalta o artista. Em março de 2018, ele lançou seu primeiro disco, e a música “Ousado Amor” estourou. Hoje, ela tem 230 milhões de views no YouTube e 34 milhões no Spotify. “Acredito que sou um cantor de pop rock e uso a música para transmitir a mensagem que acredito: o Evangelho”, comenta.

Youtuber

O sucesso gospel vai além da música. O pastor e youtuber Deive Leonardo é um fenômeno nas redes sociais. Você pode ver Neymar, Gabriel Medina e Wesley Safadão compartilhando os vídeos desse catarinense de 30 anos “falando do amor de Jesus a todas as pessoas”. No Instagram, Deive tem mais de 6 milhões de seguidores e, no YouTube, com quase 4 milhões de inscritos, ele reúne cerca de 200 milhões de visualizações, números que fazem dele o dono do maior canal de pregação individual do mundo.

Sobre a live deste sábado, Deive diz que a diversidade no mundo gospel “é pertinente aos tempos que estamos vivendo”. É essa chave contemporânea que ele diz buscar temas “que estejam atualizados com aquilo que as pessoas estejam vivendo em vez da polêmica e da autoimagem”.

https://youtu.be/wSKKEAnLTDw

Belo Horizonte é referência nacional

Diante do Trono, Nívea Soares, Israel Salazar e a família Valadão, com André, Ana Paula, Felippe e Mariana, são alguns dos nomes que, hoje, são protagonistas da música gospel no Brasil. Eles têm uma característica em comum: todos são de Belo Horizonte. Como diz André Valadão, ainda no início dos anos 2000 ele entendeu que tecnologia, qualidade técnica e apuro estético e musical deveriam caminhar juntos: “Criamos tendência, isso virou um norte para o Brasil inteiro”.

Thiago Marinho diz que muitos artistas, empresários e produtores vêm de fora do Estado para entender o processo feito aqui. O produtor ressalta a força da Igreja Batista da Lagoinha, um dos principais locais da fé evangélica na capital mineira. Segundo ele, ali há uma base de artes – teatro, dança e música – que incentiva essa produção. Estima-se que a Igreja da Lagoinha tenha uma base de 200 mil fiéis, o que seria algo em torno de 10% da população de BH. “Dentro disso tem muitos artistas, que vão influenciando muitos outros”, completa.

Programe-se

Com participação de grandes estrelas do universo gospel, entre elas André Valadão, Kemuel, Preto no Branco, Casa Worship, Eli Soares, Deive Leonardo e Helena Tannure, o VillaMix Gospel acontece neste sábado, a partir das 14h, com transmissão no canal do projeto no YouTube, e no aplicativo e rádio do VillaMix Festival. A live é solidária, e os internautas podem fazer doações em dinheiro, que serão revertidas em alimentos, cestas básicas e insumos hospitalares.

Fonte: O Tempo

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *